Provas e gabaritos anos anteriores

- 2005 (Com Áudio)
- 2006 (Com Áudio)
- 2007 (Com Áudio)
- 2008 (Com Áudio)
- 2009 (Com Áudio)
- 2010 (Com Áudio)
- 2011

Simulados
- 2005
- 2006
- 2007
- 2008
- 2009
- 2010
- 2011






Simulado COC-ENEM
01. Em alguns países da Europa, como por exemplo a França, 77% da energia elétrica é gerada por reatores nucleares. A energia nuclear é muito questionada pela segurança (emissões radioativas) e por resíduos (lixo atômico) que são nocivos ao homem e à natureza. Mas o Brasil acabou de importar da Itália uma termelétrica (rejeitada de ser instalada no país de origem) que também gera problemas ambientais, pela emissão de gases que causam o efeito estufa e podem gerar chuva ácida.

Com 1,0 g de urânio-235, conseguimos abastecer, iluminando uma cidade como Ribeirão Preto (500000 habitantes) por 1 hora. O mesmo abastecimento de energia elétrica pode ser obtido com uma termelétrica que utiliza carvão como combustível. A massa de carvão utilizada para o mesmo feito é de aproximadamente:

(Dados: 1 tonelada = 106 g

1 g U-235 150.000 kW · h

1 g carvão 3,0 · 10- 3 kW·h)

a) 20 toneladas

b) 30 toneladas

c) 40 toneladas

d) 50 toneladas

e) 60 toneladas

02.

Comparando os mapas da região Centro-Oeste, quanto à ocupação da terra e à configuração territorial, assinale as afirmativas corretas.

I. Na década de 50, a região Centro-Oeste possuía dois Estados, enquanto que na década de 90 já possuía três Estados e o Distrito Federal.

II. Na década de 90, observa-se o predomínio do extrativismo e a preservação da floresta.

III. Na década de 50, a pecuária é a principal responsável pela ocupação da terra.

IV. A pecuária melhorada como também a agricultura mecanizada tiveram um pequeno crescimento de 1950 a 1990.

Entre as afirmativas acima, estão corretas:

a) I, II e III apenas. 

b) I e III apenas. 

c) III e IV apenas.

d) I e IV apenas.

e) I, III e IV apenas.

3. Para enxergarmos qualquer objeto é necessário que ele envie luz até nossos olhos. Como a velocidade da luz é finita, existe um tempo para que o percurso dessa luz seja cumprido até nós. Logo, a visão que temos de algo é sempre uma imagem de seu passado.

Imagine que um extraterrestre, em seu planeta posicionado a 12 anos-luz da Terra, estivesse nesse momento nos observando com seu telescópio. A imagem por ele obtida mostraria a Terra no ano da

a) descida dos primeiros astronautas americanos na lua.
b) queda do Muro de Berlim.

c) conquista do tetra pelo futebol brasileiro na copa dos EUA.

d) proclamação da República no Brasil.
e) realização do ENEM - 2001.

4. Evolução é um processo a que todos os seres vivos estão sujeitos, inclusive a espécie humana. Parasitas são fatores que interferem nos rumos da evolução de uma espécie. O cientista Luc Montagnier, do Instituto Pasteur e um dos descobridores do HIV, considera que o século XXI poderá apresentar um explosão de doenças parasitárias.

Foram aventadas as seguintes suposições para essa eventual elevação de casos de doenças parasitárias:

I. Aumento da concentração populacional, facilitando a veiculação de parasitas.

II. Maior exploração de áreas intocadas pelo homem, que entraria em contato com vários tipos de parasitas.

III. Alterações climáticas como a elevação de temperatura em áreas temperadas, facilitando a multiplicação de insetos transmissores de doenças tropicais.

IV. Uso inadequado de antibióticos, fazendo com que microrganismos adquiram resistência a esses produtos.

V. Aumento de poluição, que pode afetar o sistema imunológico e tornando as pessoas mais vulneráveis a doenças.

São viáveis as suposições

a) I, II, III, IV e V. 

b) I, II, III e V apenas. 

c) II, III e IV apenas.

d) II, III e V apenas.

e) I, II e V apenas.

5. O Século XXI Chega às Metrópoles

Os arquitetos decidiram sintetizar toda a modernidade, arrojo e poder econômico numa grande estrutura de vidro e aço pairando nas alturas (...). Porta de entrada compatível com o brilho das sedes da Coca-Cola e CNN, Hartsfield é grandiloqüente e matodôntico (...). Hartsfield faz parte de uma categoria de complexos aeroportuários nos quais a aviação do próximo século começa a ser desenhada.

(Segundo, Veja na sala de aula)

A leitura do texto ajuda você a compreender que:

I. as metrópoles do futuro vão garantir o acesso à moradia e serviços para toda a população.

II. as metrópoles vão sintetizar a modernidade e o poder econômico.

III. as metrópoles pós-industriais promovem obras faraônicas para se adequar às novas demandas do cotidiano.

IV. o gigantismo é um processo irreversível para as metrópoles do século XXI.

V. a arquitetura moderna propõe linhas clássicas para obras de pequena magnitude para as metrópoles.

Destas afirmativas estão corretas, apenas

a) I, II e III. 
b) II, IV e V. 
c) II, III e IV.
d) I, III e IV.
e) III, IV e V.

6. Com base no texto e em seus conhecimentos histórico-geográficos, assinale a alternativa correta.

a) O capitalismo industrial não contribui para o êxodo rural e a urbanização das sociedades modernas.

b) A urbanização das metrópoles está evoluindo de maneira harmoniosa com os problemas sociais.

c) O crescimento desordenado das metrópoles dos países latino-americanos é uma barreira à modernidade pretendida pela arquitetura e urbanismo.

d) São exemplos de modernidade urbana sem custo social e humano: São Paulo, Caracas, Cairo e Bombaim.
e) A cidade não pode ser considerada como um símbolo do mundo industrial.

7. Estima-se que ao longo da segunda metade do século XX o consumo de água no mundo tenha dobrado. Nas áreas rurais há graves problemas relacionados com a água. Várias cidades brasileiras estão sob ameaça de racionamento de água, enquanto que outras já vivenciam essa situação.

Considere os seguintes itens:

I. Há desperdício de água em áreas urbanas e rurais.

II. Ocorre ocupação urbana de áreas destinadas à proteção de mananciais.

III. O pastejo intenso em certas regiões facilita a erosão do solo e afeta mananciais.

IV. A remoção de matas ciliares contribui para o melhor suprimento de água para os rios que abastecem áreas rurais e urbanas.

V. Voçorocas decorrentes de intensa erosão contribuem para a acumulação de água nos lençóis freáticos.

São verdadeiros os itens

a) I, II, III, IV e V.

b) I, II, III e V apenas.

c) I, II e III apenas.

d) II, III, IV e V apenas.

e) III e V apenas.

Após estudar a respeito das moradias no Brasil, você lê os seguintes textos.

Não obstante, as casinhas do cortiço, à proporção que se atamancavam, enchiam-se logo, sem mesmo dar tempo a que as tintas secassem. Havia grande avidez em alugá-las; aquele era o melhor ponto do bairro para a gente do trabalho. Os empregados da pedreira preferiam todos morar lá, por que ficavam a dois passos da obrigação.

(Azevedo, Aluísio. O Cortiço (1890), São Paulo, Ed. Ática, 1999)

Em São Paulo, já em 1893, a habitação do proletariado fabril e urbano chamava a atenção do poder público municipal.

(...) é preciso cuidar da unidade urbana, a habitação, não já da habitação privada, mas daquela onde se acumula a classe pobre, a estalagem onde pulula a população operária, o cortiço como vulgarmente se chama essas construções acanhadas, insalubres, repulsivas algumas, onde as forças vivas do trabalho se ajuntam em desmedida, fustigadas pela dificuldade de viver numa quase promiscuidade que a economia lhes impõe, mas que a higiene repele (...)

(São Paulo - município, Relatório da Comissão...", in Relatório do Intendente Municipal. p. 43, Decca, Maria Auxiliadora Guzzo de, Indústria, Trabalho e Cotidiano - Brasil 1889 a 1930, SP. Atual, 1991).

As habitações coletivas, em imóveis com pouca e nenhuma conservação, de idade média, que proliferam nas áreas centrais, são definidas como cortiços.

Ainda hoje, representam uma alternativa para parcelas elevadas dos moradores das grandes cidades. Nos cortiços, viver significa morarem várias pessoas em cubículos minúsculos (cômodos minúsculos), que têm várias funções: dormitório, cozinha, refeitório, etc. os banheiros, chuveiros, tanques e pias são coletivos.

(Rodrigues, Arlete Moyses. Moradia nas Cidades Brasileiras, SP, Contexto, 1988)

8. Analisando os indicadores citados nos textos, você pode afirmar que

a) os cortiços predominavam nas grandes cidades brasileiras no final do Império e início da República.

b) a classe média urbana possuía como opção de moradia as habitações coletivas devido à proximidade dos locais de trabalho.

c) nos cortiços as condições de salubridade são bastante favoráveis.

d) as habitações coletivas ou cortiços refletem uma das dificuldades das classes trabalhadoras brasileiras desde o século XIX.

e) os cortiços ocupam os morros e as várzeas dos rios.

9. A leitura dos textos ajuda você a compreender que:

I. as habitações coletivas ou cortiços ocupam áreas urbanas geralmente próximas aos locais de trabalho.

II. Os cortiços proliferaram em várias cidades brasileiras após 1945, devido à expansão industrial e urbana.

III. Os cortiços e as favelas retratam as boas condições de moradia dos trabalhadores brasileiros.

IV. O cortiço pode ser constituído por um conjunto de moradias (casinhas) ou um imóvel onde várias famílias moram em pequenos cômodos (cubículos).

Dessas afirmativas, estão corretas

a) I, II e IV apenas. 

b) I e IV apenas. 
c) III e IV apenas.
d) II e IV apenas.
e) I e III apenas.

10. O diagrama a seguir representa a história evolutiva dos mamíferos. As linhas tracejadas indicam prováveis relações evolutivas, e a largura das áreas claras mostram a abundância aproximada de cada grupo.

Em relação ao diagrama, pode-se afirmar corretamente que

a) os monotremos surgiram na Terra ao mesmo tempo que os marsupiais e os insetívoros.

b) monotremos e insetívoros têm, atualmente, a mesma abundância.

c) há quatro tipos de mamíferos atuais: monotremos, marsupiais, insetívoros e placentários.

d) cães e monotremos têm sua origem comum a partir de mamíferos mesozóicos.

e) mamíferos mesozóicos e répteis semelhantes a mamíferos não deixaram representantes vivos, mas originaram evolutivamente outros grupos.

11. Para responder à próxima questão, leia o texto abaixo sobre o depoimento de Marcírio Sordi, presidente da Associação dos Agrossilvicultores do projeto RECA.

Começamos a ver que não era só desmatar. Chove oito meses e a seca dura quatro. Não dá para trabalhar com chuva nem com sol forte. Chegamos à conclusão de que tínhamos que trabalhar no bosque. Escolhemos a castanha porque já estava aí. Descobrimos com a população local o cupuaçu. A pupunha entrou mais como sombrio para o cupuaçu, mas hoje não queremos saber de outra coisa. O projeto de agrossilvicultura é viável desde que seja administrado em benefício da maioria da população. A organização é a coisa mais importante do nosso projeto.
(Folha de S. Paulo, 19/12/93)

Leia o texto e assinale a alternativa correta.

a) O projeto descrito está associado ao processo de ocupação de Rondônia nas décadas de 70 e 80 com a participação do Incra para a implantação da agrossilvicultura (desenvolvimento sustentável).

b) As áreas totalmente desmatadas foram reutilizadas pelos colonos que introduziram práticas de manejo sustentável ao longo da rodovia Cuiabá - Porto Velho.

c) O projeto descrito mostra que o manejo de florestas nativas sempre pressupõe a não derrubada da mata e que a população local encontre a solução mais adequada à sua realidade sócio-cultural.

d) O manejo de florestas nativas sempre foi incentivado pelo governo federal ao longo das rodovias de integração para gerar empregos para os colonos que migravam para a Amazônia Legal.

e) O Projeto RECA é um exemplo de ocupação planejada do espaço natural, gerando milhares de empregos nas comunidades locais.

Um chuveiro elétrico, ligado a uma tensão de 220 V, possui uma chave seletora que pode ser colocada nas posições: fria, morna e quente. O seu resistor elétrico, responsável por aquecer a água, é formado por um fio condutor helicoidal, cuja resistência elétrica varia quando a chave toca as posições A, B ou C do esquema a seguir.

12. Na figura acima, as posições da chave têm as seguintes correlações:

FRIA MORNA QUENTE

a) A

 B

 C 

b) B

 C

 A 

c) C

 B

 A

d) B

 A

 C

e) C

 A

 B

13. Com o chuveiro operando numa potência de 4,4 kW, qual o valor da corrente elétrica que o atravessa?

a) 10 A 

b) 20 A 

c) 30 A 

d) 40 A 

e) 44 A

14. Para uma mesma vazão de entrada de água fria, se compararmos a variação de temperatura da água produzida pelo chuveiro na posição morna com a produzida na posição quente, notaremos que, aproximadamente, nesta última será

a) o dobro.

b) o triplo.

c) o quádruplo.

d) o quíntuplo.

e) similar.

15. A produção de ferro gusa nas siderurgias é acompanhada através de boletins de produção. Nesses boletins, são registradas as massas de matérias-primas empregadas e as de produtos obtidos.

Boletim de produção em toneladas (t)

Dadas as afirmações:

I) A escória corresponde a 10% da massa sólida inicial do forno.

II) O principal gás produzido é responsável pelo aquecimento do globo (efeito estufa).

III) Para produzir 10 toneladas de ferro gusa, devemos partir do mínimo de 15 toneladas de minério de ferro.

Estão corretas

a) I (somente).

b) I e II (somente).

c) I e III (somente).

d) II e III (somente).

e) I, II e III.

16. Sabendo-se que os ácidos possuem sabor azedo, e que quanto mais ácida é a solução, maior é a e, conseqüentemente, menor é o seu pH.

Pede-se interpretar a dosagem (titulação abaixo) das laranjas (ácido cítrico).

Assinale a alternativa correta.

a) A laranja-lima é a mais ácida (azeda).

b) A laranja-lima possui maior [H1+].

c) A laranja-pêra é a menos ácida.

d) A laranja-pêra é a de menor pH.

e) As laranjas possuem a mesma [H1+].

17. No último século, foram construídas mais de 45 mil barragens com altura superior a 3 metros, afetando cerca de 60% dos rios do mundo. Atualmente, as barragens são responsáveis por 19% da energia gerada no mundo e por 40% da irrigação.

Assinale a alternativa correta.

a) As barragens permitem a economia de água, diminuindo a perda que ocorre por evaporação.

b) Os sistemas de irrigação com o tempo interferem na salinidade dos solos irrigados.

c) As barragens evitam o assoreamento dos rios.

d) As barragens permitem maior atividade econômica de uma região, sem custos sociais expressivos.

e) A construção de uma barragem sobre vegetação não removida melhora as condições da vida aquática ali instalada.

As questões 18 e 19 referem-se ao texto abaixo.

Quando dissolvemos um soluto não volátil na água, podemos observar alguns efeitos coligativos, como abaixamento relativo da pressão de vapor , diminuição absoluta da temperatura de congelação (DTC) e um aumento absoluto da temperatura de "início" de ebulição. Essas propriedades coligativas dependem diretamente da quantidade de matéria de partículas dissolvidas por quilograma de água.

Apresentaremos abaixo uma tabela de valores experimentais (aproximados):

1 ® H2O pura

2 ® Glicose (C6H12O6) em água

3 ® Cloreto de sódio em água

18. A representação gráfica (temperatura x nº de mols) da ebulição (fervura) de 1, 2 e 3 é:

a)
 

b) 

c) 

d) 

e) 

19. Fazendo uma solução mista de glicose e cloreto de sódio em água, apresentando 2 · 10- 1 mols de glicose e 3 · 10- 1 mols de cloreto de sódio dissolvidos em 1 kg de água, a temperatura de ebulição da solução, em 1atm, será:

a) 100,20°C

b) 100,25°C

c) 100,30°C

d) 100,35°C

e) 100,40°C

Um grupo de 100 pessoas apresenta, de acordo com o sexo e a filiação partidária, a seguinte composição:

20. Sendo:

P(A): probabilidade de um escolhido ser homem;

P(B): probabilidade de um escolhido ser mulher do partido Y.

Podemos afirmar que P(A) e P(B) são, respectivamente,

a) 39/60 e 2/3 

b) 3/5 e 2/3 

c) 2/3 e 13/25

d) 3/5 e 13/50

e) 39/60 e 13/50

21. A porcentagem dos partidários de Y é igual a:

a) 7/20 

b) 2/5 

c) 13/20

d) 3/5

e) 20/13

22. Três máquinas, A, B e C, produzem respectivamente 40%, 50% e 10% do total de peças de uma fábrica. As porcentagens de peças defeituosas nas respectivas máquinas são de 3%, 5% e 2%. Uma peça é sorteada ao acaso e verifica-se que é defeituosa. Qual a probabilidade de que a peça tenha sido fabricada pela máquina B?

a) 1/2

b) 1/4

c) 1/5

d) 25/39

e) 2/5

23. Observe, na figura a seguir, a posição da Terra relativamente ao Sol.

Assinale a afirmativa correta.


a) É verão no hemisfério norte e outono no hemisfério sul.

b) É outono no hemisfério norte e inverno no hemisfério sul.

c) É verão no hemisfério norte e inverno no hemisfério sul.

d) É primavera no hemisfério norte e outono no hemisfério sul.

e) É inverno no hemisfério norte e verão no hemisfério sul.

24. Nas várias zonas climáticas do mundo, os habitantes locais desenvolveram tipos de casas bem adaptadas ao ambiente. Os arquitetos e os construtores modernos podem aprender muito com o traçado das construções locais nas várias zonas climáticas. As características das construções locais podem ser aperfeiçoadas através do uso de tecnologia e de melhores materiais. (Ayoade, J, O. Introdução à Climatologia para os Trópicos, Difel, SP, 1986.)

Analise o texto e os desenhos para assinalar a alternativa que faz a relação correta entre os tipos de casas e as zonas climáticas.

a) A - zona quente e úmida, B - zona mediterrânea, C - zona quente e seca

b) A - zona mediterrânea, B - zona quente e úmida, C - zona fria

c) A - zona quente e seca, B - zona fria, C - zona mediterrânea

d) A - zona quente e úmida, B - zona mediterrânea, C - zona fria

e) A - zona quente e úmida, B - zona das savanas, C - zona fria

25. Preste atenção ao texto publicado no Caderno Mais da Folha de S. Paulo, dia 11/07/99.

1985

Pingos que se esticam da torneira à pia assimilando o tempo feito de exímio silêncio à deriva dessa dúvida que nos sobra, ser. Poesia nossa mira. All the Way o mesmo rio que passa papo bélico-movente com Biglobo vereda de estrelas atreladas na aba do samba olhos em riste pulsando não ao que transgride ou transmuta balada & balanço & doçura implícita no cardíaco repique pandeiro ora gaiato ora operístico en garde nosso míssil sobre o que se varre a preço vil beleza mímica elegante química mandala, estilo de garra, suavidade apocalíptica.

(Ledusha Spinardi)

O texto apresenta um predomínio da função poética. Pode-se observar que não é a sua compreensão o elemento mais importante, mas sim o jogo das palavras, a sonoridade. A aliteração, figura de linguagem que enfatiza a sonoridade e a musicalidade dos termos, pode ser encontrada em qual alternativa abaixo?

a) Pingos que se esticam da torneira à pia...

b) ... suavidade apocalíptica.

c) ... exímio silêncio à deriva dessa dúvida que nos sobra, ser.

d) ... doçura implícita no cardíaco repique...

e) ... nosso míssil sobre o que se varre.

O texto a seguir refere-se às questões 26 e 27.

Em 8/7/2001, o jornal O Estado de São Paulo noticiou a chegada de uma equipe do Ministério da Saúde em Tutóia, um grotão esquecido, situado a 456 quilômetros de São Luís, no Maranhão. Algumas informações significativas foram levantadas:

- a água é retirada de uma cacimba - uma pequena caixa de cimento no chão protegendo a nascente. Tem tampa, mas não está livre de contaminação - a fossa fica bem acima;

- uma mulher de 86 anos queria ajuda para conseguir um delegado, pois dois indivíduos haviam sido assassinados e outros dois "cortados" nos últimos dias;

- entre abril e maio Tutóia enfrentou surto de malária;

- a taxa de mortalidade infantil é de 92,33 mortes para cada mil nascidos vivos, sendo que o índice nacional é de 32;

- várias mulheres morrem no parto. Isso não impede as meninas de engravidar. Uma mulher de 30 anos, com aparência de 50, tem 11 filhos; o primeiro nasceu quando ela tinha 10 anos;

- uma menina de 4 anos tem a aparência de um bebê de 1 ano. A mãe morreu no parto. Hoje a criança tem braços finos, pele seca e enrugada. Chora constantemente de marasmo, uma desnutrição de terceiro grau;

- a região dispõe de rio e mar que disponibilizam peixes; há também muitas frutas. Os habitantes, no entanto, consideram que peixe não é bom e que as frutas não são comida como arroz, feijão e carne.

26. Em relação ao que foi descrito e com base em seus conhecimentos, assinale a alternativa correta.

a) Com as condições locais, as pessoas não podem atingir idade avançada, pois envelhecem muito cedo.

b) A população encontra-se muito vulnerável a doenças parasitárias.

c) A desnutrição é determinada por recursos ambientais escassos.

d) A pirâmide de distribuição etária dessa população tem base mais estreita que seu ápice.

e) A educação da população não tem interferência nos problemas de saúde dessa comunidade.

27. Populações de países industrializados e desenvolvidos, provavelmente, têm em comum com Tutóia

a) a ocorrência de mortes por violência e maternidade precoce.

b) a maior mortalidade determinada por doenças cardiovasculares e câncer.

c) a alta taxa reprodutiva, com os casais tendo em média grande número de filhos.

d) os níveis de nutrição e higiene.

e) as elevadas taxas de mortalidade materna e infantil.

28. Dado o tanque de armazenamento (esférico) da figura. O valor do raio R para armazenar 1280 mols de gás hélio nas condições ambientes é aproximadamente:

(Dados: 1 m3 = 103 L V esfera = )

Volume molar (1 atm, 25°C) 25 L


a) 1,00 m 

b) 2,00 m 

c) 3,00 m

d) 4,00 m

e) 5,00 m

29. Da análise dos gráficos a seguir e dos conhecimentos sobre a economia brasileira de 1940 a 1980, conclui-se, exceto:


a) O crescimento da população urbana e o decréscimo relativo da população rural é decorrente do desenvolvimento industrial brasileiro, nesse período.

b) Apesar do liberalismo e nacionalismo econômicos adotados pelos governos brasileiros desse período, o crescimento da população urbana não significou melhoria de vida para a maioria dos brasileiros que se deslocaram do campo.

c) Com a instalação de siderúrgicas, hidrelétricas, indústrias de derivados de petróleo e de eletrodomésticos, intensificaram-se as correntes migratórias do Nordeste para o Sudeste.

d) O desenvolvimento da indústria automobilística, que se efetivou no Brasil objetivando a mecanização agrícola, gerou uma grande massa de desempregados rurais e sua conseqüente saída para as áreas urbanas.

e) A partir da década de setenta, a crescente participação do capital estrangeiro no Brasil, dirigido para a produção de bens de consumo duráveis, criou formas de pagamento a crédito, até então pouco usadas pela maioria da população urbana brasileira.

30. A árvore hipotética abaixo representa o parentesco evolutivo entre animais extintos e atuais, relacionando répteis, aves e mamíferos.

Considere as seguintes afirmações relativas ao esquema apresentado:

I. Aves e mamíferos originaram-se de répteis, sendo que as aves surgiram mais recentemente.

II. Entre os animais atuais, as tartarugas são os parentes mais próximos dos dinossauros.

III. No Jurássico, os dinossauros eram os únicos vertebrados do planeta.

IV. As aves descendem de Pterossauros.

V. Crocodilos e tartarugas são bastante semelhantes e apresentam o maior grau de parentesco entre os répteis atuais.

Entre as afirmações acima estão corretas:

a) I, III e V apenas.

b) II e IV apenas.

c) III e IV apenas.

d) I apenas.

e) V apenas.

31. Leia o texto e responda à questão abaixo:

Entrevista: Sebastião Salgado

(55 anos, fotógrafo, autor do livro Outras Américas)

P - Apesar de ser um fotógrafo de renome internacional, a sua formação é de economista. O senhor fez mestrado na Universidade de São Paulo, com os professores Delfim Neto e Affonso Celso Pastore, e doutorou-se na Universidade de Paris. Como economista, o que o senhor acha da paisagem brasileira?

R - É um enigma. O Brasil tem um setor de serviços que pode ser comparado aos melhores do mundo. Seu parque industrial tem dificuldades, mas é competitivo. Quando você vai à base da pirâmide e olha o campo, bate num sistema feudal, retrógrado. Depredamos o meio ambiente e preservamos as relações socioeconômicas depredadas. É uma coisa histórica, que não foi produzida por descuido do governo Fernando Henrique Cardoso. Nossa produtividade é baixa, sobretudo na pecuária. Subsidiamos atividades pouco competitivas, como a soja, ou improdutivas, como o Proálcool, e deixamos de lado a agricultura familiar. O que é produtivo, em todo o mundo, é essa agricultura baseada em pedaços pequenos de terra. Eles absorvem com facilidade as mudanças tecnológicas. Numa propriedade extensa, isso é mais difícil. Você não consegue erradicar 15 mil hectares de soja. Quebra antes.

(Folha de S. Paulo)

A partir dos indicadores citados na resposta de Sebastião Salgado, você pode afirmar que

a) o Brasil tem um setor de serviços em dificuldades em relação ao parque industrial.

b) nossa produtividade é alta, sobretudo no setor rural, em especial a pecuária.

c) o que é produtivo, em todo o Brasil, é a agricultura baseada em minifúndios integrados a mudanças tecnológicas.

d) poucos subsídios provocaram a crise do Proálcool e da monocultura de agroexportação.

e) o Brasil tem uma economia com extremos e distorções que persistem, dando a setores, como o campo, um caráter retrógrado, quase feudal.

32. Há uma preocupação crescente sobre a possibilidade de alterações climáticas globais, como o aquecimento da Terra decorrente da intensificação do efeito estufa.

Assinale a alternativa correta.

a) O desenvolvimento é o principal fator mundial para a intensificação do efeito estufa, devido à exposição do solo aos raios solares.

b) Ruminantes produzem 530 milhões de toneladas de metano, um gás que atenua o efeito estufa.

c) O efeito estufa tem apenas causas antrópicas.

d) O aumento de gás carbônico na atmosfera contribui para elevar a produtividade agrícola.

e) O aumento de temperatura eleva a evaporação; o vapor atmosférico dissipa calor com eficiência.

33. Um rio nasce numa região não poluída, atravessa uma cidade com atividades industriais, onde recebe esgoto e outros efluentes e desemboca no mar após percorrer regiões não poluidoras. Qual dos gráficos a seguir mostra o que acontece com a concentração de oxigênio (O2) dissolvido em água em função da distância percorrida desde a nascente?

Considere que o teor de oxigênio no ar e a temperatura sejam, praticamente, constantes em todo o percurso.

34. A população da Terra, prevista para o ano 2000 é de, aproximadamente, 6,3 bilhões de pessoas. No momento, é possível produzir alimentos para todos, mesmo que estes não sejam distribuídos de forma justa e igualitária. Mas fica a pergunta: como será possível produzir alimentos para toda essa população no futuro? Além disso, mesmo eles sendo produzidos, como conservá-los, de forma a permitir uma distribuição por todo o planeta ?

Para a tarefa de alimentar toda a população do planeta, o homem conta com a ajuda de produtos químicos que, adicionados ao solo, na forma de adubos, corrigem sua fertilidade, permitindo uma produção mais eficiente e, tendo em vista o desgaste ocasionado pelo uso intensivo, possibilitam a sua recuperação. Outros produtos químicos permitem que os alimentos sejam protegidos de pragas naturais, como os gafanhotos e as lagartas.

Considerando que os alimentos, em sua forma natural e em um período de tempo relativamente curto, ficam impróprios para o consumo, há a necessidade de conservá-los por mais tempo. Uma forma antiga de conservação e de proteção de alimentos é a salga, que consiste na adição de grande quantidade de sal (cloreto de sódio) a alimentos, como, por exemplo, carnes. Hoje, muitos outros processos são utilizados para esse fim.

A respeito do texto, assinale a alternativa correta.

a) Os alimentos naturais também possuem substâncias químicas.

b) Uma forma de constatar que a água do solo é uma solução consiste em filtrá-la, separando seus solutos.

c) Atualmente, não é possível produzir alimentos para toda a população da terra.

d) A não utilização de produtos químicos acarretaria numa maior produtividade de alimentos.

e) A única forma de conservar alimento por um período de tempo maior é mantê-lo sob refrigeração.

35. O grande Adoniram Barbosa é autor de uma das músicas mais conhecidas no cancioneiro popular do nosso País: Samba do Arnesto. Vamos lê-la.

Samba do Arnesto

O Arnesto nos convidou

Pra um samba e ele mora no Brás

Nóis fumo mas não encontremos ninguém

Nóis vortemos com uma baita duma réiva

Da outra vez

Nóis num vai mais.

No outro dia encontremos com o Arnesto

Que pediu descurpas

Mas nóis num aceitemos

Isso não se faiz Arnesto

Nóis num se importa

Mais você deveria ter ponhado

Um recado na porta.

Assim: óia turma, não deu pra esperá.

Aduvido que isso não faz mar.

Não tem importância - é, mais nóis se arretô.

Oswald de Andrade, autor modernista brasileiro, tem um texto interessante. Vamos a ele.

Vício na fala

Para dizer milho dizem mio

Para melhor dizem mió

Para pior dizem pió

Para telha dizem teia

Para telhado dizem teiado

E vão fazendo telhados

Comparando os dois textos, pode-se notar uma forte presença da chamada linguagem popular.

Entende-se que tal escolha feita pelos autores deveu-se, notadamente,

a) à tentativa de identificação sociolingüística presente nos elementos emissores.

b) à constatação da pobreza econômica que emana dos elementos emissores.

c) a ironia em relação à situação cultural do povo brasileiro.

d) ao desprezo dos autores em relação ao trato lingüístico brasileiro.

e) à tentativa de agredir o leitor, característica da linguagem modernista.

36. Daqui um ano o valor de meu computador será de R$ 1 500,00 e daqui a três anos, o valor do mesmo computador será de R$ 1 200,00. Suponha que a depreciação seja linear, ou seja, seu valor decresça de acordo com a reta abaixo:

Assim, este computador não terá valor algum daqui a

a) 11 anos. 

b) 19 anos. 

c) 22 anos.

d) 25 anos.

e) 30 anos.

37. Todo dia de manhã, antes de começar o batente João Cruz Oliveira, 62 anos, lavrador em Poconé, Mato Grosso, toma uma talagada de cachaça misturada com a raiz de uma planta conhecida como nó de cachorro. Uma dose por dia, numa xícara de cafezinho, energiza as crianças preguiçosas, fortifica a memória, diminui o colesterol e, garantem os pantaneiros, previne a impotência sexual.

As múltiplas virtudes de nó de cachorro levaram o professor Elisaldo Carlini, diretor do Centro de Informação de Drogas Psicotrópicas da Unifesp, a estudar a planta durante cinco anos. Recentemente, em parceria com o laboratório paulista Biosintética, sua equipe isolou quimicamente o princípio ativo da espécie e registrou o processo com um pedido de patente. (Exame, 02/05/01)

Leia o texto e assinale a alternativa correta.

a) A cultura popular fornece indicações preciosas a respeito da utilidade das plantas para cientistas e empresas.

b) O conhecimento da flora primitiva pelos pantaneiros possui uma utilidade apenas local.

c) Os cientistas e as empresas conhecem detalhada-mente a biodiversidade brasileira, portanto registram anualmente centenas de patentes.

d) A cultura popular fornece indicações valiosas a respeito das plantas que ajudam a eliminar as doenças que afligem as famílias pobres.

e) As comunidades pantaneiras foram recompensadas pelo laboratório que isolou o princípio ativo da raiz do nó de cachorro.

38. O gráfico a seguir mostra a evolução da população humana mundial. Cada marca na linha horizontal (abscissa) corresponde a mil anos.

Considere as seguintes afirmações:

I. Ponto A: o primeiro bilhão de pessoas ocorreu no século XVIII d. C.

II. Ponto B: pragas e pestes provocaram declínio da população no século XIV d. C.

III. Ponto D: a população chegava a 500 milhões de pessoas

IV. Ponto C: a população mundial tinha menos de 500 milhões

Estão corretas as afirmações

a) I, II, III e IV. 

b) I, II e IV.

c) II, III e IV.

d) II e IV.

e) III e IV.

39. São doenças que atualmente podem ser controladas de maneira eficiente com o uso de vacinas:

a) Poliomielite, sarampo e rubéola.

b) Tétano, difteria, sífilis.

c) Candidíase, tricomosíase, gonorréia.

d) Febre amarela, malária, cisticercose.

e) Mal de Hansen, tuberculose, ancilostomose.

40. Jornais velhos, garrafas plásticas, embalagens de vidro e latas de alumínio podem ser um problema quando vão para o lixo e, de lá para os aterros sanitários. Mas podem ser também uma solução, quando vão para as carroças dos cerca de 20 mil catadores em atividade na cidade de São Paulo.

(Folha de São Paulo, 20/05/01)

Assinale a alternativa que indica a importância dos catadores na cidade de São Paulo.

a) Ganho social através da geração de empregos, ampliação do manejo do lixo destinado a céu aberto (lixões), economia de matérias-primas.

b) Geração de empregos, diminuição dos gastos da prefeitura com a coleta, aumento da vida útil dos aterros sanitários.

c) Aumento da reciclagem, destinação de um maior volume de lixo para os incineradores, ampliação do números de aterros sanitários.

d) Geração de empregos, ampliação do processo de compostagem, economia de energia e matérias-primas pelas indústrias.

e) Ganho social através da geração de empregos nos lixões, redução dos gastos de coleta pela prefeitura, crescimento da reciclagem.

41. Max Nunes é um dos grandes humoristas brasileiros, atuando como redator de vários programas do rádio e da televisão. Leia com atenção um texto de sua autoria.

Protesto

A situação sob o ponto de vista gramatical:

A situação é boa, interrogação.

É boa. Vírgula, é a exclamação.

E, se você protestar ou reticências;

Acaba apanhando, indo para a assistência e levando dois pontos.

E, se você passar muito mal ponto final.

É interessante notar como há uma mistura das expressões de sentido denotativo e conotativo. Aliás, está aí o humor impresso no texto. Da leitura atenta pode-se determinar que

a) a interrogação do segundo verso implica espanto generalizado em razão da situação de protesto.

b) o protesto, seguido pelas reticências, induz à idéia de liberdade de expressão inerente a situações como essas.

c) os dois-pontos presentes no texto não têm uma correlação gramatical como a exclamação e a interrogação.

d) o ponto inicial é uma referência ao sentido gramatical apontado na situação geradora do texto.

e) a morte está estampada no ponto final, assim como os dois pontos, na indignação coletiva do protesto.

42. O processo de urbanização abriga a expansão e posterior mundialização da indústria do entretenimento, no qual se insere a música popular urbana. Foi assim que o jazz, que evoluiu das tradições rurais negras do sul algodoeiro norte-americano, conquistou as grandes cidades industriais do nordeste daquele país nas primeiras décadas deste século.

Prosseguindo em sua difusão, penetrou nos anos cinqüenta no poderoso mercado europeu e nas nações africanas em rápido processo de urbanização. Não foi tão bem sucedido nos países ibero-americanos, pois estes já haviam consolidado sua própria música popular urbana (o tango, o samba, a rumba, etc.). No Oriente Médio, encontrou peculiar resistência ...

(Adaptado de HOBSBAWM, Eric. história social do jazz

Paz e Terra, São Paulo, 1989.)

Considerando as características do Oriente Médio, o lento processo de assimilação e consumo de um produto cultural como o jazz, em países dessa região, tem como principal motivo

a) a condição de subdesenvolvimento, resultante da baixa renda per capita.

b) o conservadorismo nas práticas socioculturais, pela preponderância do islamismo.

c) a dificuldade de penetração da cultura estrangeira, pelo predomínio da população rural.

d) a política cultural de proibição à imposição de produtos ocidentais, em função da crise do petróleo.

e) a globalização e a política neo-liberal que provocam o fortalecimento das teocracias islâmicas.

43. No gráfico adiante, de mudança de fase de agregação de uma substância, provocada pelo aumento de temperatura, o nome correto das transformações ocorridas nos intervalos X e Y são:


a) solidificação e condensação.

b)fusão e ebulição.

c)liquefação e vaporização.

d)sublimação e sublimação.

e) fusão e liquefação.

44. A vida na Terra pode ter começado a brotar no fundo do mar, segundo pesquisa de um grupo de cientistas do Laboratório de Geofísica da Instituição Carnegie, nos EUA. Eles fizeram simulações em conteineres com alta pressão e calor para levantar os cenários possíveis do começo químico da vida. Concluíram que a transformação do nitrogênio em amônia, etapa essencial para o surgimento da vida, pode ter acontecido não na superfície do planeta, como se imagina, mas nas chaminés no chão dos oceanos, de onde brota água superaquecida com minerais dissolvidos. O nitrogênio foi um ingrediente essencial na formação da vida. Mas a molécula de nitrogênio encontrada com maior freqüência é inerte. Os tijolos da vida teriam se formado a partir de reações com amônia (NH3). O fundo do mar seria lugar propício para essa conversão.

(Revista Época, 28/09/98)

Além de ter sido fundamental na formação da vida, a amônia é importante hoje para a humanidade na produção de fertilizantes, produtos de limpeza, explosivos e outras coisas mais.

Na indústria, a sua produção é realizada através da reação que forma o seguinte equilíbrio químico:

DH = - 26 Kcal/mol

Para aumentar o rendimento dessa reação, ou seja, deslocar o equilíbrio para a direita, visando o aumento na produção de amônia, deve-se

a) diminuir a pressão total do sistema.

b) aumentar a pressão total do sistema.

c) reduzir a concentração de N2.

d) reduzir a concentração de H2.

e) aumentar a temperatura.

45. Os quadrados escuros de diferentes tamanhos da figura abaixo têm uma moldura composta de quadrinhos brancos.

Assim, com 104 quadrinhos brancos, é possível cercar um quadrado escuro composto de

a) 1 296 quadrinhos. 

b)1 156 quadrinhos. 

c)625 quadrinhos.

d)169 quadrinhos.

e)13 quadrinhos.

46. Ruanda, 1991: Meio milhão de civis, na maioria tutsis, morreram no conflito entre etnias.

Argélia, 1993: A população de Argel, capital do país, realiza manifestações contra os atentados terroristas dos fundamentalistas.

Ruanda, 1994: Hutus fogem de Kigali, capital do país, diante da ofensiva das tropas da FPR, controlada pela etnia Tutsi.

Egito, 1997: Atentado de muçulmanos fundamen-talistas a turistas.

Angola, 1998: Em mais de duas décadas de guerra civil, 100 mil pessoas foram mutiladas por minas semeadas por tropas do governo e guerrilheiros da Unita.

A maioria dos países africanos tem se envolvido, nos anos 90, em uma conjuntura sociopolítica caracterizada por

a) controle demográfico e crescimento urbano harmoniosos.

b) tolerância étnica e religiosa.

c) divergências políticas e ideológicas.

d) diminuição dos problemas gerados pela fome, miséria e epidemias.

e) práticas políticas que possibilitaram o fim da opressão racial e exclusão política.

47. Pesquisadores descobriram o interruptor que faz a lanterna do vaga-lume acender e apagar. É o óxido nítrico, a substância que está por trás do Viagra, o famoso remédio contra a impotência.

O óxido nítrico - molécula formada por um átomo de nitrogênio e um de oxigênio - tem o papel de "sinalizador" entre células e é capaz de dilatar vasos sangüíneos. Isso permite relaxar as artérias do pênis, causando um fluxo de sangue no tecido cavernoso do órgão genital masculino que o torna ereto. O Viagra potencializa a ação do óxido nítrico.

Já no vaga-lume, o papel da substância em relação ao sexo é mais indireto. O piscar desse inseto é parte do ritual de atração sexual. Cada espécie usa um padrão específico de piscadas.

Os cientistas já conheciam a origem da luz, uma reação química no abdome do animal envolvendo as substâncias luciferina e luciferase na presença de oxigênio.

A dúvida até agora era saber como a luz acendia e apagava. As substâncias luminescentes ficam em células especializadas, os "fotócitos". Mas os terminais nervosos que controlam o piscar não chegam até as células. Barry A. Trimmer, da Universidade Tufts, em Maryland, resolveu investigar se havia um papel para o óxido nítrico no processo, pois as células do vaga-lume eram parecidas com outras que ela sabia estarem envolvidas com a substância em outros bichos.

Entre outros experimentos, os pesquisadores colocaram os vaga-lumes em recipientes contendo o óxido nítrico na forma de gás. O resultado eliminou o apagão entre os vaga-lumes, que ficaram acesos todo o tempo.

Trimmer e colegas imaginam que o óxido nítrico bloqueie o oxigênio da respiração das mitocôndrias, pequenas estruturas produtoras de energia nas células.

O oxigênio fica, então, disponível para a produção de luz pela dupla luciferina/luciferase.

Esse bloqueio não chega a prejudicar as células, disse Trimmer à Folha. "A inibição do oxigênio da mitocôndria é muito curta, as piscadas têm em média apenas 200 milésimos de segundo". De qualquer modo, diz ele as piscadas do vaga-lume são uma forma de "seleção sexual", segundo a teoria da evolução darwiniana, "que explica traços que as espécies têm que aparentemente prejudicam a sobrevivência, como a cauda do pavão".

(Folha de S. Paulo)

Com relação ao texto acima, responda:

a) O bloqueio do oxigênio, pelo óxido nítrico nas mitocôndrias, provoca danos irreversíveis nas células.

b)O experimento relatado não permite concluir a relação entre o óxido nítrico e o piscar dos vaga-lumes.

c)O óxido nítrico é uma substância que apresenta mesma função em relação ao sexo, tanto no homem como no vaga-lume.

d)O óxido nítrico pertence a função óxido, cuja fórmula é NO.

e)A luz nos vaga-lumes é um fenômeno puramente elétrico, não estando relacionado a qualquer reação química.

48. O Brasil é o maior consumidor mundial de madeira, obtida com forte impacto ambiental. O uso de madeira certificada com colheita ecológica envolve o manejo de áreas florestais. O manejo de florestas é mais freqüente em áreas temperadas do planeta (88%); apenas 6% das matas tropicais têm algum manejo, e a maior parte da madeira utilizada é obtida de modo predatório.

Assinale a alternativa que contém procedimento ecológico de extração de madeira.

a)Com o esgotamento de uma área florestal, passa-se para outra.

b)Após o corte, várias espécies nativas têm dificuldades de reprodução.

c)Antes de cortar as árvores devem ser retirados cipós, bromélias e orquídeas.

d)Os animais não são considerados uma vez que podem migrar para outras áreas e depois retornar quando se restabelecem as condições ambientais.

e)Ocorre a formação de clareiras, beneficiando o solo com maior incidência de luz.

49. O desflorestamento no mundo está ocorrendo nos níveis de 135mil quilômetros quadrados por ano. O Brasil tem cerca de 18% da biomassa florestal do planeta e seu nível de desmatamento é preocupante: na floresta amazônica foi em torno de 19.832 km2 no período de agosto de 1999 a agosto de 2000.

Estimou-se que no ritmo atual de devastação, a amazônia legal poderá ter 25% desmatados até 2020. Enquanto isso, a população local cresce acentuadamente estando em torno de 20 milhões de pessoas. A região é detentora de uma riqueza inestimável, sua grande biodiversidade é de grande importância local e planetária.

Considere os seguintes fatores:

I. comércio ilegal de animais silvestres;

II. migração descontrolada;

III.queimadas e garimpos clandestinos;

IV.programas de reforma agrária sem uma avaliação adequada de impactos ambientais;

São fatores de risco à preservação da biodiversidade:

a)I, II, III e IV.

b)I, II, e IV apenas.

c) II, III, e IV apenas.

d)I, II, e III apenas.

e)II, III apenas.

50. Há poucos anos, cientistas descobriram que está ocorrendo um fenômeno que pode afetar muito o equilíbrio da biosfera da Terra. Por essa contribuição, os químicos Mário Molina, Paul Crutzen e F. Sherwood Rowland receberam o Prêmio Nobel de Química em 1995.

Esse fenômeno está esquematizado na figura e, em termos químicos, pode ser representado simplificadamente pelas seguintes equações químicas:

I. CF2Cl2(g) ® Cl(g) + CF2Cl(g)

II. Cl(g) + O3(g) ® ClO(g) + O2(g)

III.ClO(g) + O(g) ® Cl(g) + O2(g)

Considerando as equações químicas I, II e III, a substância resultante da atividade humana que provoca esse fenômeno é:

a) CF2Cl 

b) Cl

c) ClO

d) CF2Cl2

e)O2

51. Olhando a estrada vermelha que sumia no horizonte, o coronel Diamantino cofiava a barba e pensava: "Se esse trecho fosse em desfiladeiro, dava pra montar uma emboscada pro bando do Silvino, cangaceiro desgraçado da peste, e acabava com a empáfia do filho duma égua. Varria do sertão essa gente!"

Alguns metros atrás do coronel, Mulambinho, negrinho esperto e alforriado, sonhava: "Num vejo a hora du capitão Sirvino possá aqui co seu bando, espaiando a justiça que os grande num qué dá.

A partir da leitura anterior, marque a afirmação verdadeira.

a) Percebe-se pelo pensamento e pela atitude e até pela patente militar, que o coronel Diamantino era autoridade policial, provavelmente, autoridade como um delegado dos dias atuais.

b) A situação social de Silvino e Mulambinho e a expectativa deste em relação àquele remetem-nos a uma situação semelhante à vivida nos dias atuais por moradores e traficantes em favelas e morros cariocas.

c) Mulambinho e seu pensamento estabelecem no texto o conflito patrão-empregado que, desde tempos imemoriais até hoje, sempre existiu, sendo, aparentemente, um problema insolúvel.

d) Apesar de Mulambinho ser adjetivado com o diminutivo negrinho, inferimos tratar-se de um ancião, pois já era alforriado.

e) Se a estrada passasse por um desfiladeiro como queria o coronel Diamantino, a captura ou eliminação do cangaceiro Silvino e seus homens seria mais fácil, pois, certamente, o coronel posicionaria seus homens atrás das grossas árvores e atacaria Silvino de surpresa.

52. Assinale o item incorreto, considerando o texto.

a) Os nomes dos personagens têm relação com a classe social a que pertencem.

b) No texto, há três níveis de correção gramatical: a linguagem do narrador; a linguagem do coronel e a de Mulambinho.

c) Há uma palpável preocupação do autor do texto em adequar a linguagem ao nível cultural dos personagens.

d) No texto, há indícios que nos permitem identificar o Nordeste como a região em que ocorrem as ações.

e) O autor do texto optou pelo discurso indireto (incorporação da fala de personagens à fala do narrador).

53. Em cada uma das alternativas abaixo aparece o nome de um autor ao lado de uma característica marcante de sua obra. Marque aquela que mais se aproxima do texto lido

a) Sociedade dos senhores de engenho (José Lins do Rego).

b) Linguagem regionalista (Guimarães Rosa).

c) Subúrbio carioca (Lima Barreto).

d) Racismo (Aluísio Azevedo).

e) Migração (João Cabral de Melo Neto).

54. Estrume pode movimentar geradores

Instalações que permitem processar materiais orgânicos, os biodigestores extraem dos degetos o Biogás, que pode movimentar motores a combustão, que, nesse processo, fariam o papel de uma turbina. A turbina, finalmente, movimenta o gerador de energia elétrica.

(Folha de S. Paulo).

Os principais constituintes do "biogás" e do "gás liquefeito de petróleo" são, respectivamente, o metano e o butano, que ao sofrerem combustão, liberam calor. A quantidade de calor por quilograma de material queimado chama-se poder calorífico de um combustível. Sendo x poder calorífico do gás metano e y o poder calorífico do gás butano, podemos afirmar que:

(Dados: massas molares:

Metano = 16 g/mol

Butano = 58 g/mol

Calores de combustão (- DH):

Metano = 208 kcal/mol

Butano = 689 kcal/mol)

a)y = 3,3 x 

b)x = 3,3 y

c)x = 1,1y

d)y = 1,1 x

e)x = 2y

55.  

Sobre a taxa de inflação brasileira expressa nessa figura, é correto afirmar que

a) a taxa de inflação apresentou uma tendência à estabilidade no período conhecido como milagre brasileiro.

b) as medidas adotadas pelo Plano de Ação Econômica (PAEG) foram ineficazes no controle temporário da inflação do Brasil.

c) o plano de Metas, adotado no governo de Juscelino Kubitschek, foi responsável pela estabilização do processo inflacionário brasileiro.

d) os governos militares tiveram resultados satisfatórios, a longo prazo, no controle da espiral inflacionária do Brasil.

e) os períodos autoritários no Brasil apresentaram índices inflacionários superiores às conjunturas consideradas democráticas.

56. Em um campo, são encontrados capim (produtor), coelho (consumidor) e bactérias (decompositores). Esses organismos fazem parte de uma mesma rede de relações tróficas.

Sobre os organismos citados, foram feitas as seguintes afirmações:

I. Todos possuem DNA e são capazes de sintetizar proteínas.

II. Sua reprodução envolve a ocorrência de meiose e a fusão de gametas.

III. Produzem matéria orgânica a partir de água e nutrientes minerais retirados do meio.

IV. São capazes de utilizar matéria orgânica como fonte energética.

Entre as afirmações acima, estão corretas:

a)I, II, III e IV

b)I e II apenas

c)II e III apenas

d)I e IV apenas

e) I apenas

57.

Texto I

A base da mão-de-obra do antigo Egito eram os camponeses, maioria absoluta da população. Viviam em aldeias, pagavam impostos ao Estado (em certos casos, a um templo ou senhor que gozasse de imunidade fiscal) em forma de cereais, linho, gado e outros produtos, e também se prestavam a corvéias ou trabalhos forçados, a nível local (obras de irrigação) ou nas obras públicas.

(CARDOSO, pp. 39 - 40)

Texto II

Sem dúvida, porém, o principal tipo de trabalhador no Feudalismo eram os servos. Contudo, não é fácil acompanhar a passagem da escravidão para a servidão. Ela cedeu lentamente, com variações regionais, mas sempre acompanhando o caráter cada vez mais agrário da sociedade ocidental. De fato, com a atrofia da economia mercantil era mais difícil recorrer-se à mão-de-obra escrava (caso em que o trabalhador é mercadoria) ou assalariada (caso em que a força de traballho é mercadoria). Assim, apresentava-se como solução natural a mão-de-obra servil, isto é, produtores dependentes, sem liberdade de locomoção (de que goza um assalariado), mas que escapavam à arbitrariedade de um senhor (que atingia o escravo).

(FRANCO JR. p. 39)

A análise dos textos acima, associada aos conhecimentos sobre Antigüidade e Idade Média, permite concluir, exceto.

a)O texto I retrata as relações de trabalho e as relações sociais de produção preponderantes no antigo Egito, enquanto o texto II o faz em relação ao período medieval.

b)A comparação entre os textos I e II demonstra que tanto no antigo Egito quanto na Alta Idade Média, a organização político-administrativo fundamenta-se num Estado forte e unificado, controlador de toda a produção.

c)A relação de trabalho descrita no texto II instalou-se na Europa, em decorrência da desagregação do Império Romano do Ocidente, da insegurança, da ruralização da economia e da retração do comércio.

d)As relações de trabalho descritas no texto I e II assentavam-se na propriedade de terra, principal meio de produção, e na agricultura, principal fonte de riqueza.

e)A expansão do comércio, as experiências de colonização e a dominação, desenvolvidas pelos gregos e pelos romanos, possibilitaram a instalação de outras relações de trabalho diferentes da descrita no texto I.

58. É bom lembrar: o que chamamos hoje de globalização era chamado, há cerca de um século atrás, de imperialismo. Este conduziu às rupturas sociais e políticas que disseminaram re
gimes despóticos e, mais cedo ou mais tarde, paralisaram as economias submetidas ao poder totalitário". - Alain Touraine. "Riscos do Pensamento Único.

(In: Folha de S. Paulo. Caderno
MAIS, 18 de Fev. 1996. p.7)

Sobre o Imperialismo e a Globalização, podemos afirmar, exceto.

a)O Imperialismo foi o movimento de expansão europeu no século XIX em direção aos mercados africano e asiático.

b)A globalização econômica se caracteriza pela adoção de princípios capitalistas.

c) A expansão imperialista visava, principalmente, à exploração de matérias-primas estratégicas.

d)A globalização econômica coincide com o aprimoramento de tecnologias informatizadas aplicadas ao processo de trabalho.

e) A globalização econômica se fundamenta em ideologias racistas, baseadas no darwinismo social e na superioridade da raça branca.

59. É exclusivamente na minha pessoa que reside o poder soberano... é só de mim que os meus tribunais recebem a sua existência e a sua autoridade; a plenitude dessa autoridade, que eles não exercem senão em meu nome, permanece sempre em mim, e o seu uso pode nunca ser voltado contra mim; é a mim unicamente que pertence o poder legislativo sem dependência e em partilha... a ordem pública inteira emana de mim, e os direitos e interesses da Nação, de que se ousa fazer um corpo separado do Monarca, estão necessariamente unidos com os meus e repousam unicamente nas minhas mãos.

(Apud MELLO, p.61)

A partir da análise do texto acima, é correto afirmar, exceto

a) O texto expressa a concepção de autoridade e soberania do rei, na época do Antigo Regime.

b)O conceito de soberania expresso no texto foi criticado por Montesquieu, ao defender a divisão entre os Poderes do Estado de forma harmônica e equilibrada, dando ao Executivo o poder de vetar as decisões do Legislativo e a este, o poder de declarar o impeachment do Executivo.

c) A instalação do Estado, caracterizada no texto anterior, tornou-se possível a partir da sua aceitação pela nobreza e do apoio da burguesia interessada em adquirir vantagens econômicas com a adoção da política mercantilista.

d)O conflito político que marcou o Primeiro Reinado no Brasil decorreu da contradição entre o comportamento absolutista de d. Pedro I e os princípios defendidos pelo grupo de políticos liberais.

e) A primeira Constituição Brasileira, cujos princípios se opõem aos referidos no texto, foi aceita sem contestações por todas as províncias.

60. Uma doença de aves é caracterizada por distúrbios neurológicos e cardíacos, acompanhados de fadiga e falta de apetite.

I.Um cientista obtém a informação de que numa criação, durante um certo tempo, as aves apresentavam os sintomas da doença. Após algum tempo, algumas galinhas morreram e outras acabaram se recuperando. Ele constatou que durante o período em que surgiram os problemas nas aves, elas tinham sido, inicialmente, alimentadas com arroz sem casca. Posteriormente, um empregado novo, por conta própria, tinha alimentado as galinhas utilizando arroz com casca (integral).

II. O cientista separou dois grupos de aves: um recebendo alimentação constituída por arroz integral e outro recebendo arroz sem casca.

III.Observou que o primeiro grupo não teve a doença, a qual se manifestou no segundo grupo.

Em relação ao experimento descrito, assinale a alternativa correta.

a) A separação em dois grupos feita pelo cientista corresponde a uma hipótese

b) Trata-se de uma doença bacteriana.

c) A doença é provavelmente causada pela deficiência de um nutrinte presente no interior do grão de arroz, livre da sua casca.

d) Para ter validade científica, esse experimento teria que apresentar os mesmos resultados se fosse realizado nas mesmas condições por cientistas diferentes.

e) Os resultados observados em galinhas são válidos para qualquer espécie animal.

61. Segundo o IBGE, no ano de 1983, a temperatura do ar, de acordo com o mês, na cidade de São Paulo pode ser descrita no gráfico abaixo:

Com base no gráfico anterior, podemos afirmar que

a) dezembro foi o mês mais quente do ano.

b)a temperatura caiu ao longo de todo o primeiro semestre.

c) o período de maior aumento de temperatura foi de setembro a outubro.

d)maio foi o mês mais frio do ano.

e)a temperatura média do ano de 1983 ficou por volta de 17°C.

62.A figura mostra uma seqüência de triângulos de Sierpinski.

O processo começa no nível zero, com um triângulo de área 1. Em cada passo a seguir, cada triângulo eqüilátero é dividido através dos segmentos que ligam os pontos médios dos seus lados e é eliminado o triângulo central assim formado. A área que resta no nível n (indicada na figura pelo sombreamento) é dada por:

a)  

b)  

c)

d)

e)

63. Observe os desenhos e os gráficos a seguir.

Radiação solar, radiação terrestre e temperatura de um ponto da superfície terrestre.

(Fonte: adaptado de HIDORE, J.J. (1974). Physical Geography Earth Systems. Glenview, Scott F. Co., p: 34.

Todas as alternativas apresentam fatos que podem ser comprovados a partir da análise dos desenhos gráficos, exceto.

a)A amplitude térmica diária é condicionada pela nebulosidade ou índice de cobertura do céu.

b)A perda de radiação terrestre é menor nos dias sem nuvens.

c)A temperatura do ar depende da entrada e saída de energia solar e térmica.

d)As nuvens contra-irradiam para baixo o calor emitido pela superfície terrestre.

e)Os dias de céu com nuvens têm temperaturas mais constantes.

Ver Gabarito

© 2001 COC Sistema de Ensino - Ribeirão Preto